AL- Vacina que volta

Custos de produção do feijão e da soja são atualizados em municípios do Entorno do Distrito Federal

Por Redação em 03/12/2021 às 23:24:11

Os produtores de feijão e soja localizados em municípios da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno terão novidades em breve: a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realizou reuniões para discutir a atualização dos custos de produção local destes cultivos. Os primeiros painéis foram realizados na quarta-feira (1º), e avaliaram especialmente a soja e o feijão 1ª safra em Cristalina/GO. Nesta sexta-feira (3), foi a vez de Unaí/MG, quando analisaram os pacotes tecnológicos e os preços dos insumos do feijão 1ª e 3ª safra.

Os custos de produção definidos pela Companhia são atualizados constantemente e utilizados para a elaboração das políticas públicas no país, nos segmentos ligados ao processo produtivo. O trabalho conta com a participação dos diversos agentes que compõem a cadeia produtiva das culturas envolvidas, como produtores rurais, vendedores de insumos, sementes e equipamentos, técnicos de empresas de extensão rural e consultorias agrícolas, além de cooperativas e associações.

O objetivo é reunir um público formado entre os agentes do setor e a equipe técnica da Conab. Nos encontros, foram levantados os coeficientes técnicos e custos de fertilizantes, defensivos, sementes, mão de obra, máquinas, entre outros, visando definir os parâmetros, atividades e insumos modais utilizados para estabelecer o volume de gastos relativos à atividade. "Esta análise da Conab é fundamental também para, posteriormente, lançar um olhar sobre a rentabilidade do produtor a partir das suas despesas e dos preços recebidos na sua comercialização", ressalta o superintendente regional da Conab no Distrito Federal, Rafael Bueno. "Isso porque os estudos indicam quais os componentes com maior peso nos custos operacionais."

Na atualização feita pela Companhia na região, com valores relativos a setembro/2021, o custo total da soja em Cristalina/GO era de R$ 4.271,35 por hectare (R$ 81,36/saca 60kg) e produtividade de 3.150 kg/ha. No feijão 1ª safra cultivado no município, o custo total era de R$ 6.284,15 por hectares (R$ 157,10/saca) e produtividade de 2.400 kg/ha. Já em Unaí/MG, o feijão 1ª safra teve custo total marcado em R$ 6.326,43 (R$ 158,16/saca) e produtividade de 2.400 kg/ha, enquanto o de 3ª safra ficou em R$ 10.128,76 (R$ 184,16/saca) e produtividade de 3.300 kg/ha.


Fonte: Conab

Comunicar erro
AL- Fake News - Vacinas

Comentários