John Deere retoma operações no Rio Grande do Sul

Por Redação em 08/06/2024 às 09:05:05

A John Deere informou que já retomou as operações nas suas três fábricas no Rio Grande do Sul, que estavam paralisadas desde 2 de maio por causa das enchentes que atingiram o Estado. A empresa possui uma fábrica de tratores agrícolas em Montenegro (RS), uma unidade de pulverizadores em Canoas (RS) e de equipamentos para construção de estradas em Porto Alegre (RS). As três unidades voltaram a operar na semana passada.

A unidade de Horizontina (RS), de colheitadeiras e plantadeiras, não chegou a ser diretamente atingida pelo desastre climático que afetou o Estado.

De acordo com informações da empresa, em Porto Alegre, as águas atingiram o centro de treinamento e o armazém de pós-venda, mas a área da fábrica não foi afetada. Em Montenegro e Canoas, não houve problemas na fábrica, mas o acesso às unidades ficou prejudicado.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Antonio Carrere, vice-presidente de marketing e vendas para a América Latina da John Deere, agradeceu os esforços das equipes para garantir a retomada das atividades.

"Algumas empresas incluindo as nossas fábricas começam a retomar as atividades de forma devagar. Isso nos faz lembrar que o processo de recuperação do Estado, das pessoas e das empresas será longo e todos nós precisaremos continuar a trabalhar juntos para assegurar que a reconstrução do Estado seja total. Nesse sentido, gostaria de agradecer toda ajuda que já foi realizada", afirmou o executivo.

Em comunicado, a fabricante informou que segue engajada em diversas frentes de apoio no Estado. A empresa disponibilizou 18 tratores para desobstrução e bombeamento de água do aeroporto internacional Salgado Filho, em Porto Alegre. A drenagem da pista terminou esta semana, após nove dias de trabalho. A empresa também cedeu geradores e máquinas para a liberação de barreiras, reconstrução de estradas e limpeza de cidades afetadas.

A empresa também antecipou o pagamento de impostos estaduais para o Rio Grande do Sul, flexibilizou as horas de trabalho para funcionários voluntários atuarem em ações de apoio às vítimas, entre outras ações. Além disso, o Banco John Deere está oferecendo financiamento de peças e serviços com taxa zero ao mês e carência de até 12 meses, além de prorrogação de pagamentos e renegociação de títulos.

Globalmente, a empresa anunciou esta semana que pretende efetuar demissões para adequar a produção global à atual demanda. A empresa não divulgou o número de demissões a ser feita, apenas informou que os ajustes serão concluídos até o fim do terceiro trimestre, em julho.

No Rio Grande do Sul, os trabalhadores da categoria estão em fase de discussão de reajuste salarial. A categoria pede reajuste salarial equivalente à inflação mais 2% de aumento real.

No início da semana, a AGCO também anunciou a retomada das operações na sua unidade de tratores, em Canoas (RS). A fábrica também estava paralisada desde o início de maio, em razão das enchentes no Estado.

Fonte: Globo Rural

Comunicar erro

Comentários

Acomp Gyn - Goiania