Faz parte do nosso trabalho II

Florada de cerejeiras dá espetáculo no interior de SP

Por Redação em 04/07/2021 às 08:44:08


Reprodução/TV TEM

Nesta época do ano, as árvores mostram toda a sua beleza e a cerejeira florida é uma paisagem de encher os olhos. A plantação deu nome a uma propriedade do interior de São Paulo: sítio das cerejeiras. Elas são delicadas, representam pureza e simplicidade, são frágeis e encantadoras.

O sítio fica no município de Piedade (SP) e é de Gokithi Akisue, filho de japoneses que chegaram ao Brasil há aproximadamente 100 anos. A plantação começou com quatro árvores e foi sendo ampliada com o passar dos anos. São aproximadamente mil pés de três variedades.

A maioria é de okinawa, espécie típica do sul do Japão, uma região mais quente e, por isso, a planta se adaptou bem ao Brasil. A mais alta é a imalai e as flores são em cachos.

A planta adulta precisa de alguns cuidados para sobreviver. A árvore pode durar de 100 a mais de mil anos. A floração começa em meados de junho e algumas plantas florescem em julho ou agosto. A flor dura pouco, de uma a duas semanas. E, com isso, o chão vai ficando forrado de flores.

(Vídeo: veja a reportagem exibida no programa em 04/07/2021)

Plantação de cerejeiras encanta o interior de SP

A existência dessa flor chega a ser comparada com a vida de um samurai, fazendo uma referência ao período de guerras, quando a morte pode ocorrer a qualquer momento. A vida do samurai pode ser tão curta quanto a de uma flor de cerejeira. Depois que as flores caem, os frutos aparecem.

Gokithi comprou o sítio há 44 anos e o lugar é um refúgio da rotina em São Paulo. Ele quer que continue assim: preservado pelas próximas gerações.

Piedade tem aproximadamente 500 famílias descendentes de japoneses. Na Associação Cultural e Esportiva Kaikan, da colônia nipônica no município, as cerejeiras fazem parte do cenário e as okinawas já estão florindo. Para a cultura japonesa, a cerejeira (sakura, como é chamada) é árvore sagrada.

A tradição das cerejeiras não está só no campo, mas na cidade também. No Centro, a avenida marginal está com pés carregados. As árvores foram plantadas por integrantes da associação, há 33 anos. Em comemoração, na época, aos 80 anos da imigração japonesa no Brasil. Piedade tem aproximadamente quatro mil pés de cerejeiras.

Um povo que costuma ser sensível e demonstra nos costumes e tradições o respeito pela natureza. Apreciar as flores é uma dessas tradições conservadas até hoje. Ensinamentos passados adiante e que unem gerações.

Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes sociais

Confira as últimas notícias do Nosso Campo

VÍDEOS: veja as reportagens do programa

Fonte: G1

Comunicar erro
AL- Fake News - Vacinas

Comentários