Faz parte do nosso papel

Abate de bovinos recua 10% no 1º trimestre, enquanto suínos e frangos têm alta, diz IBGE

Por Redação em 12/05/2021 às 17:00:11


Divulgação/Sonhar com boi

O abate de bovinos diminuiu 10,3% no primeiro trimestre deste ano, em relação a igual período de 2020, enquanto o de suínos teve alta de 4,9% e o de frangos cresceu 2,4%.

Os dados foram divulgados Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (12).

Conheça o Boi 777, criado a partir tecnologias que estimulam ganho de peso

Já na comparação com o 4º trimestre de 2020, o abate de bovinos caiu 10,5%, enquanto o de suínos aumentou 0,2% e o de frangos se manteve estável.

A demanda por carnes do Brasil está sendo impulsionada, em geral, principalmente pelas exportações, enquanto o setor de bovino vive uma situação de baixa oferta de animais para abates e preços em patamares recordes, o que levou frigoríficos até a suspenderem operações, destacou a Reuters.

O instituto informou ainda que a aquisição de leite no primeiro trimestre foi de 6,52 bilhões de litros, uma expansão de 1,3% em relação ao primeiro trimestre de 2020 e queda de 3,3% em relação ao último trimestre do ano passado.

De janeiro a março, país produziu 972,94 milhões de dúzias de ovos de galinha, uma leve queda (-0,1%) na comparação anual e baixa de 1,8% em relação ao trimestre imediatamente anterior.

Já a aquisição de peças de couro pelos curtumes recuou 6,6% frente ao 1º trimestre de 2020 e foi 8% menor que a do 4° trimestre de 2020, somando 7,07 milhões de peças inteiras de couro cru.

VÍDEOS: tudo sobre o agronegócio

Fonte: G1

Comunicar erro
AL- Fake News - Vacinas

Comentários